TINGIMENTO NATURAL

“Venham com espírito de simplicidade!”

Esta foi a orientação de Mayumi Ito ao nos convidar para conhecer o seu trabalho e os artesãos de Muzambinho. Nós seguimos a risca!

 

Nos munimos de toda a simplicidade que pudesse caber em nossos corações. Esvaziamos nossa mente de todo o preconceito, julgamento ou expectativa que pudesse existir e nos entregamos a esta experiência…

Primeira parada: Casa da Maria Santa que tinge fios de algodão com pigmento natural.

Santa_01

A convite de Mayumi Ito, Isako Kawakami, pesquisadora e mestra em tingimento natural, foi a roça dar um workshop a um grupo de 10 mulheres em Muzambinho. Das dez, apenas Maria decidiu seguir em frente. Na roça e em uma casa simples, é no fogão a lenha que a mágica acontece…

Santa_02

Foi com o dinheiro do seu trabalho e a ajuda do SEBRAE que Maria conseguiu comprar as máquinas para fazer meadas e novelos que antes eram feitos manualmente.

Santa_03

Os pigmentos para tingimento dos fios são retirados da sua horta: café, romã, urucum, pinhão, casca de cebola… os fixadores de cor também são naturais.

Santa_04

Os fios tingidos por Maria são usados para fabricação de parte dos tecidos da marca de roupa amaria, tramados em tear manual. Mesmo sem o apoio do marido e dos filhos ela segue batalhando todos os dias para seguir em frente trabalhando naquilo que descobriu ser uma paixão…

Santa_05

E nossa visita terminou assim: Um lanche maravilhoso com pamonha, carambola e suco de caju colhidos na horta.

Obrigada, querida Maria! Um beijo pra você!

Santa_06

2 comments

  1. maquinaria ocasion demagReply

    ¡Muy practico! Contundentes motivos. Manten este liston es un post estupendo. Tengo que leer màs posts como este.

    Saludos

Leave a comment