Entre mãos e obras

“Tramar o fio me faz reverenciar o passado, viver no presente e projetar o futuro.”

Mari Dabbur transita entre os universos do design e da arquitetura munida de duas ferramentas: sua experiência como arquiteta e suas habilidades de artesã.

Como arquiteta desenvolveu a habilidade de ouvir, transformar e projetar, mas foi sua vocação para trabalhos manuais que a fez tornar o fio um dos principais elementos de seu trabalho.

"O fio me conecta com outros universos, outras histórias, me conduz em direção a novos desafios e novas experiências.
Foi tramando o fio que encontrei meu caminho. Vez ou outra me desprendo dele em busca de novos materiais e sensações, para então retomar o fio da meada e seguir adiante utilizando as mãos como extensão do coração para materializar o que a alma projeta."